ESCRITO POR CESAR

 

TIÃO CARREIRO ( O MESTRE DOS VIOLEIROS )

 
 
Meus amigos, é com muita satisfação que escrevo algo sobre o maior violeiro que este país já teve.
 
Eu tinha apenas 5 anos quando meu pai - Waldemar ( O Dê ), comprou o 1º LP de Tião Carreiro e Pardinho - título :   ( Os Grandes Sucessos ),     sendo que a primeira música que aprendi      a cantar foi:      O Verdadeiro Palhaço - música integrante do 3º disco  ( Casinha da Serra ).
 
E com o passar do tempo,  já tínhamos 12 discos até o falecimento de meu pai, então, resolvi comprar todos os LP's por ser tratar de um grande violeiro.
 
No dia   18 de março de 1990, data       de  meu     aniversário, eu tive a honra de visitá-lo pela primeira vez com meus primos      ( Claudio e Clóvis ), e até cantei uma moda de viola com o mestre - título    ( Gato de Três Cores ), confesso que foi um dos maiores presentes que já tive na minha vida.
 
Sua voz é inconfundível, seu ponteado na viola é uma arte de quem aprendeu sozinho...
 
De tantas modas excelentes, a moda que tenho como predileta é : " Azulão do Reino Encantado " (pagode).
 
E sempre para relembrar, o trio " C "  se reúne em    Santa Albertina do rancho do Benvindo para cantar todos os sucessos deste violeiro incomparável.

 

Cesar Fortes